Seg - Sex: 07H00 - 17H00
WhatsApp: (16) 99306-9456
Auxílio Acidente

Esse benefício é devido ao segurado que foi acometido por alguma doença ou acidente que o deixe parcialmente incapaz para o desempenho de suas funções. Por exemplo: quando um bancário desenvolve uma Lesão por Esforço Repetitivo (LER) como uma bursite ou tendinite ou quando um marceneiro tem algum dedo amputado, eles não estão totalmente incapacitados para o trabalho, mas eles têm restrições que diminuem sua capacidade.

O benefício de auxílio acidente é uma indenização paga pela Previdência Social ao trabalhador que tem sua capacidade reduzida. Por ser uma indenização, ela sempre será inferior ao salário do segurado, podendo até ser inferior ao salário mínimo.

O valor do auxílio acidente é de 50% do salário benefício e é devido a partir do dia seguinte da cessação do auxílio doença. Esse benefício é devido ao segurado até a véspera da concessão de sua aposentadoria ou até o seu falecimento.

Ou seja: esse benefício não pode ser acumulado com a aposentadoria, mas os seus valores serão somados ao salário de contribuição do segurado para o cálculo de renda mensal da aposentadoria a ser concedida.

Documentos para requerimento do benefício

Documentos para requerimento do benefício

  • Carteira de Identidade (RG ou CNH);
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • Certidão de Registro Civil (Nascimento ou Casamento);
  • Comprovante de Endereço atualizado (últimos 2 meses);
  • Número de Identificação do Trabalhador NIT (PIS/PASEP);
  • Todos os comprovantes de recolhimento à Previdência Social (guias e carnês de recolhimento);
  • Todos os atestados e relatórios médicos relacionados à doença/acidente que gerou a redução ou a extinção da capacidade laboral;
  • Todos os documentos relacionados com o acidente/doença e sua repercussão (exames, receitas de remédios, outros);
  • CAT - Cadastro da Comunicação de Acidente de Trabalho.